Homem de Costas Limpando Cozinha Planejada

Uma cozinha planejada é linda de se ver e muito boa de usar, mas se você quer que esse patrimônio dure por um longo período, é preciso estar informado.

A maioria dos móveis planejados vendidos no mercado é feita de MDF e MDP (compensado). Na Madeirol utilizamos 100% de MDF em nossos móveis por ser um composto altamente durável feito de fibras de madeira aglutinadas que replicam as propriedades físicas da madeira em quase todos os sentidos. Apesar de ser muito parecido com a madeira, o MDF possui suas próprias características e modos de conservação que devem ser seguidos à risca para não provocar danos irreversíveis.

Quando bem cuidado, um móvel planejado pode durar por toda uma vida, então é muito importante saber o que pode e o que não pode ser feito nos cuidados do dia a dia. Para ajudar você a preservar sua cozinha em perfeito estado por décadas, juntamos abaixo 7 cuidados essenciais que todos devem ter com sua cozinha planejada:

Fotos Clientes Cozinhas Planejadas Antigas da Madeirol

#1 – Limpar Sem Estragar

A limpeza de móveis em MDF é muito simples: flanela, esponja (lado macio) ou pano úmido com um pouco de sabão neutro (não alcalino), sabão de coco ou álcool misturado com água. Se for uma sujeira mais persistente ou gordura acumulada, água morna ajuda bastante. É essencial que o pano/esponja não esteja encharcado de água, mas apenas o necessário para a limpeza. Não use qualquer força bruta. Após o processo, passe outro pano limpo para a secagem final. Vamos falar mais sobre a secagem no item 4.

Fique atento na hora de limpar seu móvel: outros produtos e ferramentas como detergentes, solventes, querosene, esponjas metálicas e saponáceos podem danificar o MDF de forma irreparável. Use apenas os produtos recomendados para esta tarefa.

Caso você queira dar um brilho a mais e aumentar a longevidade dos móveis, é permitido usar lustra-móveis feitos à base de silicone incolor, que não ataca o MDF. É só passar o produto no sentido da textura do móvel.

#2 – Evite Abrasivos e Cortes na Superfície

O uso de objetos abrasivos é proibido na limpeza de móveis em MDF. Nunca use o lado áspero da esponja ou panos sujos com areia/impurezas, pois esses materiais deixam arranhões permanentes no móvel. O mesmo vale para facas de cozinha e estiletes – nunca use lâminas sobre uma superfície sem proteção, pois os cortes podem e vão danificar o acabamento. Na dúvida, use sempre uma tábua de corte sobre a bancada.

#3 – Não Exponha o Móvel ao Calor

Gif Lança Chamas Vs Extintor

Na escala dos maiores inimigos do MDF, o calor ocupa a segunda posição. Raios solares não devem atingir diretamente o móvel, pois o calor constante pode alterar não só a cor da peça, mas também as propriedades da mesma. E não basta colocar vidros escurecidos ou películas:  o móvel precisa estar longe do sol para não desbotar ou deformar a estrutura.  Cortinas densas são a solução mais barata e flexível para esse problema.

Além da luz do sol, é preciso estar atento às demais fontes de calor da cozinha. Cuidado ao colocar móveis próximos demais do forno, e NUNCA coloque uma panela quente diretamente sobre o MDF sem um descanso.

#4 – Proteja o Móvel da Água

Mais ainda que o calor, a água é a principal inimiga dos seus móveis. O contato com ela deve ser evitado a todo custo, pois as fibras de madeira do MDF são sensíveis à água e absorvem o líquido, inchando com o tempo. A cozinha é um ambiente naturalmente úmido, então você deve estar muito atento para não deixar acumular gotas pelos cantos.

Molhou? Seque imediatamente. Isso vale para a lavagem do chão, lavagem de louça ou derramamentos ocasionais. O importante é não deixar os respingos evaporarem no próprio móvel. Evite deixar toalhas molhadas em contato com as superfícies e verifique periodicamente se há alguma infiltração vinda da pia. Vedantes de silicone são muito úteis para selar a junção dos móveis com o revestimento da parede.

#5 – Cuidado com o Excesso de Peso e Mau Uso

Pé de Criança Escalando Móvel Gaveta

Apesar de a água ser a grande vilã quando o assunto são móveis planejados, o mau uso do móvel é um problema muito mais recorrente. O primeiro passo para garantir a utilização correta do móvel é descobrir o limite de peso do mesmo e não ultrapassá-lo. O MDF é naturalmente resistente, mas também começa a ceder se muita coisa for colocada em cima dele. Nunca apoie o seu peso no móvel, pois isso pode desregular ou deslocar a posição das peças, talvez até mesmo quebrar o material, no caso das portas.

E, falando nas portas, o carinho também é importante para conservar seu móvel: não bata as partes móveis, não cause impactos recorrentes na superfície, não arraste seu móvel, não coloque objetos à força além do espaço de armazenamento e não force o fechamento quando as coisas não estão cabendo. São dicas simples, mas funcionam.

É preciso estar atento às brincadeiras das crianças para que elas não causem problemas sem querer: o hábito de escalar gavetas para alcançar o topo e se pendurar nas bancadas com o corpo solto pode danificar peças em um instante.

#6 – Atenção Especial às Ferragens

As ferragens de um móvel planejado são pontos sensíveis que devem ser tratados com todo cuidado para preservar sua funcionalidade. O cuidado básico inclui a limpeza e lubrificação periódica dos trilhos e dobradiças, além de medidas permanentes para evitar a ferrugem.

A lubrificação pode ser feita com óleo (WD-40) ou silicone líquido (use apenas nas dobradiças, não no móvel) a cada seis meses. Uma vez por mês, se você morar perto da praia. Isso já vai proteger suas ferragens contra os danos mais comuns.

Além disso, é importante estar atento a 2 itens que podem provocar a ferrugem se forem deixados muito próximos da dobradiça: o sal de cozinha é um elemento ionizante que promove o enferrujamento de tudo ao seu redor. Nunca deixe o saleiro ou sacos de sal abertos no seu armário. O mesmo vale para veneno anti-barata, que nunca deve ser aplicado diretamente sobre as peças metálicas.

#7 – Prepare-se para Ataques Externos

Mofo. Cupins. Infiltrações. Formigas. O móvel chega perfeito, mas com o tempo diversas inconveniências podem acontecer. Especialmente em ambientes com muita umidade, muito calor, sobras de comida, pouca luz e ausência de ventilação. Apesar de haver soluções pontuais para cada um desses problemas, elas não são permanentes, então a melhor conduta é estar sempre atento e empreender rotinas de limpeza e ventilação do móvel por completo de tempos em tempos. Isso evita a proliferação de organismos e ajuda a saber o estado de tudo para não se surpreender depois. Muitas vezes, prevenir é melhor que remediar.

Seguindo as sete medidas citadas acima, temos certeza de que sua cozinha planejada conservará sua forma, beleza e funcionalidade por muitos anos. Por que não fazer um esforço extra para cuidar de uma parte tão importante da casa? Vale a pena tratar os móveis com o respeito que eles merecem! Com um pouco de cuidado você preserva seu investimento, economiza dor de cabeça e ainda fica anos sem precisar de novos móveis!

 

👉Quer fazer um projeto sem compromisso? Fale conosco diretamente.


 

Sabe outras dicas incríveis para conservar móveis em MDF? Comente aqui embaixo!
Quer fazer sua cozinha planejada do zero? Fale com um dos nossos projetistas!

3 Replies to “7 Cuidados Para Sua Cozinha Durar Décadas”

    1. Que bom que gostou de nossas dicas Rose! Siga sim que sua cozinha durará anos. Não deixe de acompanhar nossos conteúdos no blog para saber mais dicas de decoração e organização para sua casa! 😉

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.