Um espaço planejado exclusivamente para as suas roupas e calçados. Prateleiras na sala e lavanderia. Divisórias nas gavetas da cozinha. Que maravilha ter uma casa planejada, não é mesmo?

Quando temos um espaço definido para cada coisa, dá uma vontade de organizar, né?

Então, se você tem vontade de repaginar seus ambientes e deixa-los organizados, conte com essas #7 dicas da especialista em organização, Marie Kondo.

Quem é ela? Uma japonesa de 30 anos, considerada uma das 100 pessoas mais influentes do mundo segundo a revista norte-americana, Time.

Seu livro “A Mágica da Arrumação” já ultrapassou 8 milhões de cópias vendidas. A publicação promete fazer com que sua casa organizada permaneça assim para sempre.

Reprodução: Pinterest

Sua paixão por organização surgiu quando ainda era pequena e antes de desenvolver seu próprio método, passou por diversas experiências negativas que prometiam uma casa organizada em 5 minutos.

Para Kondo, organizar é um pouco mais complexo do que isso. Então preste atenção nas dicas:

Dica #1 – Isso me traz alegria?

A dica #1 te convida a usar sua emoção para decidir o que você realmente gostaria de manter dentro de sua casa e também dentro de sua vida.

O método funciona de forma intuitiva, ou seja, você realmente se questiona “isso me traz felicidade?”. Dessa forma, você mantém apenas aquilo que te faz feliz.

A ideia é refletir sobre o que te deixa com um sorriso no rosto e não somente no quanto você precisa organizar e liberar espaço.

Reprodução: Unsplash

Dica #2 – Organize suas coisas por categorias

Certos itens estão espalhados pela nossa casa, não é mesmo?

Às vezes temos um casaco no quarto, um na sala e um na garagem. Dessa forma, se você iniciar a organização por cômodos, vai acabar encontrando na sala, itens que pertencem ao quarto. E vice-versa.

Dessa forma, parece que você nunca vai sair do lugar!

De acordo com o Método Marie Kondo, a ideia é manter o foco nas coisas e não nos ambientes da casa. A dica da especialista é: pegue os objetos que pertencem a uma determinada categoria e reúna tudo num lugar.

Ou seja, faça uma busca pela casa: procure todos os casacos e outras roupas e reúna-os no quarto. Assim, você tem um foco para começar.

O objetivo principal é ter espaços específicos para cada tipo de coisa e nunca guardá-las em outro lugar que não seja o escolhido.

Reprodução: Madeirol

Dica #3 – Não acumule roupas de ficar em casa

Essa dica traz um pouco de controvérsia, mas deixa bem claro que você não precisa acumular as famosas “roupas de ficar em casa”.

É claro que, seguindo a dica #1, você deve manter aquilo que te traz felicidade. Mas, nem sempre aquela camiseta antiga de uma empresa que você trabalhou realmente é importante de ser mantida dentro de seu closet.

Segundo Kondo, esse tipo de roupa, por exemplo, ocupa um espaço desnecessário em nossos closets e em nossas vidas.

Dica #4 – Não use sua casa como depósito

Guardar fotos antigas, desenhos do tempo de escola, cartas e convites de aniversário… Você pode guardar sim!

Porém, é necessário que haja um espaço especial para estes objetos.

De nada adianta colocá-los em uma caixa para nunca mais mexer.

Pois o objetivo de mantê-los é justamente poder ter momentos para relembrar o passado e a sua história.

Reprodução: Madeirol

Dica #5 – Não empilhe

Empilhar é mais fácil, não é mesmo?

Porém, o problema de empilhar é que a prática dificulta a visibilidade dos itens guardados naquele lugar.

Ou seja, acabamos deixando de usar algumas coisas porque não as vemos e consequentemente, esquecemos até mesmo que elas existem!

Além disso, o empilhamento causa desarrumação muito mais rapidamente, pois toda vez que você pegar algo da parte de baixo da pilha, precisará recolocar tudo de volta.

Às vezes temos pressa e acabamos deixando para depois, o que de pouco em pouco causa uma grande desorganização do espaço.

Reprodução: Madeirol

Dica 6# – Como dobrar cada estilo de roupa?

Primeira coisa: não faça bolinhas com as meias. Elas são uma péssima escolha na arrumação. A grande verdade é que: em formato de bolinha as meias ocupam mais espaço e o elástico delas estraga com mais facilidade e perde sua função.

O ideal é juntar o par e dobrá-lo, como se fosse uma calça.

Agora, falando sobre roupas: dobrar não é tarefa divertida, porém é extremamente necessária.

Segundo Kondo, as peças devem ser dobradas de modo que sempre formem um retângulo. Assim, elas conseguem “parar em pé” sozinhas e podem ser organizadas uma ao lado da outra.

Reprodução: Madeirol

Dica 7# – Minimalismo na cozinha

Reorganizar a sua casa é como reiniciar a sua vida, pois você para e reflete sobre cada item que possui e qual o valor dele.

Quando falamos sobre cozinha, é preciso ter em mente que: menos é mais!

Isso não quer dizer que o ambiente não possa ter uma decoração mais elaborada. Mas sim, que os espaços devem ser funcionais e planejados para que a cozinha se mantenha organizada.

As dicas de Kondo para (re)organizar a cozinha, são:

  1. Fazer um inventário do que possui. Assim é possível organizar as categorias de acordo com os espaços disponíveis. Além de garantir o correto armazenamento de alimentos e outros itens que precisam de maior atenção.
  2. Descarte e elimine o que não tem utilidade. Ou seja, nesse momento o método “mantenha o que te faz feliz” não se aplica, pois de nada adianta guardar um utensílio danificado porque ele possui apego afetivo.
  3. Mantenha a bancada livre e limpa. Esse item é planejado para que haja espaço para o preparo dos alimentos, então é importante mantê-la livre de potes e recipiente.

Reprodução: Madeirol

2 Replies to “Casa organizada: como utilizar os espaços planejados da melhor maneira? ”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.